Compartilhe:
 
Página Principal | Anselmo Butti | Webdesigner Animator - Projeto Animação Gripho
GRIPHO

GRIPHO

Animal fabuloso e mitológico.

O nome deriva do latim medieval e do grego gryps = "curvo ou nariz aquilino" também referência a bicos, palavras que tem origem semita (hebraico e acadiano) significando Boi alado e colossal.

Majestoso e poderoso na sua constituição, o Gripho, com cabeça e asas de Águia, corpo de Leão e orelhas pontiagudas, símboliza o poder divino e guardião de tesouros. Seus ninhos eram de ouro. Para alguns, apenas as fêmeas são aladas, os machos possuem uma forma de crina escamosa e com espinhos, talvez ferrões fenenosos.

Os griphos surgiram no Oriente Médio, onde é encontrado nas representações artísticas dos assírios, persas e babilônios ligados ao zoroastrismo, também aos magos e sacerdotes na Antiguidade, uma forma de comunicação do Saber celeste-terreno.

Criaturas invencíveis, razão pela qual na Grécia pertenceram a Zeus assegurando-lhe a supremacia divina no Olimpo.

Em Roma se libertou de Jupter e das demais divindades quando chocou um de seus ovos de Ágata dentro do globo ocular, vermelho de ira, extraído do seu mortal inimigo, o Basilisco, no seu último e final duelo.

Assim, vitorioso, se libertou do paraiso terreno obtendo por reino todo o Cosmo.

Para vencer o Basilisco neste duelo e arrancar-lhe o único olho, o Gripho se serviu de uma das escamas espinhosa (ferrão) da sua crina. Ao nascer a cria, chocada no olho do basilisco, todos os Griphos se tranformaram em matéria estrelar expandindo pelo espaço.

 

 

ANIMAÇÃO GRIPHO - ANSELMO BUTTI